Wasted Rita, a ousadia na primeira pessoa

Realista, ousada, sarcástica e acima de tudo brutalmente honesta. Wasted Rita representa o dia-a-dia de uma mente sarcástica presa pela delicadeza humana.

Nascida no Porto em 1988, trabalha e vive maioritariamente em Lisboa, Rita Gomes é designer gráfica e ilustradora de profissão; artisticamente é toda uma fonte de sarcasmo provocador.

Criadora do Blog Rita Bored, a artista começou a ganhar visibilidade pela sua honestidade e capacidade de representar a vida e os pensamentos no seu bruto, tal e como são, sem filtros e com um primoroso toque de humor.

Wasted Rita, o lado artístico da designer, escolhe não filtrar nos seus trabalhos tudo o que filtra durante o seu dia-a-dia, os pensamentos que voam pela mente mas que não saem por cortesia, as conclusões que assolam mas que não podem ser reações, as consequências de uma vida de alguém que escolhe observar e delatar o seu próprio mundo, o seu íntimo, a sua fragilidade e a sua revolta.

“Visual artist
Graphic designer
Art director
Agent provocateur
Part-time neologist”

Human Beings – God’s only mistake

Seres Humanos – o único erro de Deus é uma série contínua de exposições individuais criadas por Wasted Rita em 2013, tendo em comum o incessante desejo e interesse por explorar, refletir e colecionar emoções, ações, ideias e inventar pressupostos sobre o dia-a-dia da humanidade.

Novas teorias que se cruzam com teorias antigas, clichês sobrevalorizados tornando-se mais atuais do que nunca, e toneladas de especulações ilimitadas sobre essa pequena coisa que chamamos de sociedade.
Altos e Baixos, divergências e congruências, perversidade e moralidade, complexidade e (demais) previsibilidade e a suprema linha muito ténue entre perfeição e atrocidade.

Este projeto pode ser visto como uma tese interminável sobre ser um ser humano e, consequentemente, de se curvar ao destino, o maior erro que o macrocosmo já viu. Mantenha-se a calma e culpe-se do Espírito Santo.


Human Beings – God’s only mistake part 2

A parte dois continua a jornada íntima para o universo pessoal da artista que se apresenta como uma “terrorista emocional e agente provocador”. Abrindo as portas de seu processo criativo, Waste Rita expõe-se ao escrutínio do mundo ao partilhar as suas observações e pensamentos, revelando a sua compulsão em explorar, refletir e colecionar emoções, ações e ideias que compõem um quotidiano cheio de perguntas sobre a vida e a condição humana.

Revelando este debate interno que a acompanha diariamente em busca de respostas, a artista questiona e examina um número infinito de detalhes: cultura popular e erudita contemporânea, teorias e clichês sobre a sociedade, moralidade e imoralidade, a complexidade do comportamento humano e sua previsibilidade natureza; Em suma, os altos e baixos da vida que fornecem o assunto com o qual ela compõe a mordaz narrativa visual que nos ajudará a entender, de forma inequívoca e poética, por que cada um de nós também é o único erro de Deus.

“Terrorista emocional e agente provocador”


E porque nem só de revoltas somos feitos, é através dos seus trabalhos que a artista é capaz de dizer ao mundo o que por vezes nem a nós mesmos conseguimos admitir, ou confessar em voz alta. Love Letters é um projeto de confissões, revoltas, medo e cansaço. Porque no mundo do amor não é só o medo que nos vence é, por vezes, também a exaustão.

Love Letters

“It’s not you.

It’s what

Fucking- Ever.”


Fontes do artigo e das imagens:

Wasted Rita

Rita Bored

Facebook

Galeria Underdogs

Artigo no Jornal Público

Anúncios

One thought on “Wasted Rita, a ousadia na primeira pessoa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s