Inez Teixeira, na Fundação Portuguesa das Comunicações

Terra Incógnita de Inez Teixeira está em exposição na fundação Portuguesa das Comunicações, em Lisboa, desde 30 de março até 13 de maio de 2017.

“A exposição é composta por três séries de obras (…)
Uma das séries, intitulada No Vazio da Onda, é constituída por um conjunto de vinte e três pinturas de pequena dimensão executadas em dois formatos semelhantes sobre papel. São imagens abstractas em que a cor é quase inexistente, como um magma metálico onde ocorrem pequenas alterações, como pontos que eclodem no vazio e se sucedem sem repetição em cada quadro (…)
Na série Terra incógnita, a paleta usada nestas pinturas sobre papel é densa e magmática: em cada imagem pintada emerge uma profusão de massas e escorrências que desenham itinerários hipotéticos, linhas de água orgânicas como se uma corporalidade imaginada se esventrasse na sua geografia interna e infinita.
No conjunto de desenhos intitulados Le chercheur du temps, porventura sem tempo,entre a ficção da paisagem e a abside do crânio que resgata a intemporalidade do Outro, a reflexão sobre a morte e a condição efémera de que somos possuídos.”
(Excerto do texto de João Silvério, Curador da exposição)

Sobre Inez Teixeira:
Nasceu em Lisboa, onde vive e trabalha.
Começa a expor com regularidade desde os anos 90 centrando o seu trabalho na pintura e no desenho.
Coração Aventuroso, no Museu da Eletricidade (com curadoria de João Pinharanda)
Cursor, no Palácio Nacional de Queluz e De Volta ao Futuro, no Pavilhão Branco do Museu da Cidade, são algumas das exposições a destacar.
Está representada em diversas coleções privadas e públicas, como é o caso da Coleção da Fundação EDP, Fundação Carmona e Costa, Fundação PLMJ, Museu de Arte Contemporânea de Elvas – Coleção António Cachola, e Assembleia da República.
Em 2010, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, e mais tarde em 2014,
participa numa residência artística na Cité Internationale des Arts em Paris, através do Institut Français.


Informações úteis:

Fundação Portuguesa das Comunicações

 

Entrada livre

 

Horário:

Dias úteis das 10h00 às 18h00 | Sábados das 14h às 18h

Última quinta-feira do mês: 10h00 às 22h00 (visita livre gratuita a partir das 18h00)

O Museu encerra aos domingos e feriados.

 

Morada:

Rua do Instituto Industrial, nº 16, 1200-225 Lisboa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: