21º Programa de Exposições

De 19 de março a 18 junho de 2016 estarão expostos os trabalhos de 5 artistas – Fabrizio Matos, Tiago Baptista, Inês D’Orey, Pedro Vaz e Miguelangelo Veiga – no Centro de Arte Contemporânea Carpe Diem, Arte e Pesquisa, em Lisboa.

Um pouco sobre os artistas:

Fabrizio Matos nasceu na Figueira da Foz em 1975. Vive e trabalha no Porto. É Professor Assistente na Faculdade de Belas Artes do Porto 2014.

 

Mais sobre Fabrizio Matos:

Cargo Collective

MCO Arte Contemporânea

Arte Capital

+++

Tiago Baptista (Leiria, 1986). Vencedor do Prémio Aquisição Amadeo de Souza-Cardoso 2015 e do Prémio Fidelidade Mundial Jovens Pintores em 2009. desde 2010 está em residência artística na Galeria Zé Dos Bois. Vive e trabalha em Lisboa.

 

O artista em entrevista para o Jornal das Cortes:

Dizes que há alturas em que te viras para a BD, quando não consegues exprimir certas coisas através da pintura. Que coisas são essas?

TB – Tem a ver com um certo sentido de tempo, da passagem do tempo, como se a BD pudesse funcionar como pequenos filmes experimentais. Na pintura temos uma imagem estática, onde podemos apenas imaginar o que acontecerá depois ou o que aconteceu antes, é como uma fracção de tempo congelado. Na BD as personagens podem falar, pode haver legendas que complementam o desenho. Mas há pontos em comum entre a pintura e algumas histórias de BD, talvez haja em comum uma certa desadequação à realidade. A Banda Desenhada apresenta-se sempre para mim, como um espaço de liberdade e experimentação. A pintura também é um vasto território de experimentação, mas tem mais a ver com a relação de um corpo perante uma imagem/pintura. A BD é para ser lida, preferencialmente num livro/publicação, é um outro tempo, uma outra relação com o corpo.

 

Mais sobre Tiago Baptista:

Galeria 3+1

Jornal das Cortes

+++

Inês d’Orey nasceu no Porto em 1977. No seu trabalho utiliza como principal meio a fotografia. Entre 1999 e 2002, estudou Fotografia na London College of Printing, em Londres, com bolsa do Centro Português de Fotografia. Desde 1999 que o seu trabalho tem vindo a ser frequentemente publicado e exposto em Portugal e no estrangeiro. Em 2007, foi a vencedora do prémio Novo Talento Fotografia FNAC. Publicou em 2010 o seu primeiro livro, ‘Mecanismo da troca’, e em 2011 ‘Porto Interior’. Inês d’Orey é representada pela Galeria Presença.

 

Mais sobre Inês D’Orey:

Inês D’Orey

Carpe Diem Arte e Pesquisa

+++

Pedro Vaz (Maputo, 1977) obtém a graduação em Artes Plásticas – Pintura, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa em 2006. No passado ano foram apresentadas as exposições individuais; Atlântica, na Baró Galeria em São Paulo, Neblina, na galeria 111, em Lisboa, e Monólito, no Centro Cultural Casa da Cerca em Almada. Em 2014 foi premiado no concurso internacional Beers Contemporary Award for Emerging Art, em Londres, e recebeu apoio para o desenvolvimento do projecto Tour du Mont-Blanc pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Duplacena. No mesmo ano, destacam-se as exposições individuais; Tour du Mont-Blanc, inserido no Festival Temps D´images 2014, e apresentado no MNAC: Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado em Lisboa, e Stimmung exibida no CAPC – Círculo de Artes Plásticas de Coimbra. Nas colectivas; Raukoon – Pedro Vaz X João Queiroz, também no CAPC, e 50 Anos da Galeria 111 em Lisboa. Pedro Vaz, vive e trabalha em Lisboa.

 

Mais sobre Pedro Vaz:

Pedro Vaz

RTP Noticias

MNAC

Arte Capital

+++

Miguelangelo Veiga (n. Lisboa 1974) licenciou-se em Pintura no ano de 2003 pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, frequentou em 2007 a Escola de Artes Visuais Maumaus. Desenvolve investigação no campo das artes visuais desde 2000, nomeadamente, nas vertentes de Desenho, Pintura, Instalação e Vídeo. Em 2002, realizou a primeira mostra coletiva com destaque público: “The opposite direction/ easily reversible”, na Galeria Zé dos Bois (ZDB) destacam-se as participações no Open studio/Residência “O Sítio das Artes”, promovido pelo Fórum Cultural – O Estado do Mundo no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian (2007).

Em 2010, foi selecionado pelos curadores da The Phillips Collection e do Katzen Arts Center American University Museum para representar Portugal na exposição “Loop: Contemporary Vídeo Art From the E.U.”, no National Portrait Gallery, em Washington D.C. Em 2013, integrou o programa de Projetos Associados da Trienal de Arquitectura de Lisboa – Close, Closer – com “Domino / Ready for the fall em Curating the Domestic – Images at Home”.

É actualmente representado pela galeria Presença no Porto e pela Galeria Sete em Coimbra, integra diversas coleções públicas e privadas destacando-se; PLMJ (Portugal), Centro de Artes Plásticas de Coimbra (Portugal), Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (Portugal), Al Maqam (colec. Mohamed Mourabiti, Marrocos), Fundação do Fórum de Assilah (Marrocos) e a colecção Al Asmakh International Art Collection (Qatar). Vive e trabalha em Lisboa.

 

Mais sobre Miguelangelo Veiga:

Canal no Vimeo

Miguelangelo Veiga


 

Informações Úteis: Carpe Diem

Carpe Diem Arte e Pesquisa

 

Entrada Livre

 

Horário:

Quarta-feira a Sábado, das 13h00 às 19h00.

Encerra aos feriados

 

Morada:

Rua de O Século 79, Bairro Alto,

1200-433 Lisboa, Portugal

 

Transportes:

Metro da Baixa-Chiado

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: